Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Topo do site, versão de impressão (Exemplo)
Página inicial > Comunicação > Notícias > Programa de Valorização do Arroz chega ao Hospital São Lucas na Capital
RSS
A A A
Publicação: 25/01/2017 às 09:05

Programa de Valorização do Arroz chega ao Hospital São Lucas na Capital

Os displays lvam informações sobre os benefícios do consumo do arroz - Foto: Sara Kirchhof/Irga
Os displays lvam informações sobre os benefícios do consumo do arroz - Foto: Sara Kirchhof/Irga

Desde a última semana, as mesas do restaurante do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) ganharam um novo colorido. Isso, porque cada uma delas recebeu um display com informações sobre os benefícios do consumo do arroz. No total, serão distribuídos 400 displays em restaurantes de todo Estado, levando informações sobre o cereal, esclarecendo que o arroz não contém glúten, o que permite que ele seja consumido por celíacos, é um alimento livre de gordura trans, previne doenças do coração e ainda auxilia no tratamento do diabetes.

A iniciativa faz parte do Programa de Valorização do Arroz (Provarroz), desenvolvido pelo Departamento Comercial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), autarquia vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi-RS). Através de ações de marketing e mídia, palestras e outras atividades que acontecem ao longo do ano em diferentes regiões, o Provarroz visa disseminar informações ressaltando os benefícios do consumo do cereal, que é um dos mais produzidos no mundo e o mais importante sob o ponto de vista socioeconômico e cultural. O arroz, além de ser ótima fonte de energia e fibras, é rico em vitaminas e sais minerais.

Mais de 400 displays serão levados a restaurantes do RS

O conhecimento é levado para diferentes públicos, que vão, desde as crianças, que estão aprendendo as primeiras lições sobre hábitos alimentares, até estudantes e profissionais da área da saúde, passando por merendeiras da rede estadual de ensino e outros interessados. A intenção é que estas pessoas se tornem multiplicadores das informações que recebem do Provarroz. Quem tem o papel de espalhar esse conhecimento é a nutricionista do Irga, Carolina Pitta. "É fundamental que a população tenha acesso à informação correta sobre o que consome, sendo assim, o Irga entende que é sua obrigação disponibilizar esse conteúdo aos consumidores. Manter-se informado faz bem à saúde", ressalta.

De acordo com uma pesquisa da Organização das Nações Unidas (FAO) de 2006, o consumo de arroz vem caindo consideravelmente nos últimos anos em função de mudanças no estilo de vida da população. E, como muitas famílias vêm trocando o fogão de casa pelos bandejões de bufês, a iniciativa quer, justamente, levar essa informação aos restaurantes do RS, despertando a reflexão dos consumidores. Espera-se que, através dessas ações, o consumo de arroz cresça, e traga como consequência uma melhora na qualidade de vida e na saúde da população. “Ao servirem-se em bufês, se as pessoas recebem informações valiosas como as que pesquisamos e transmitimos nos displays, certamente, acrescentarão arroz na sua dieta. Nesse momento, elas estarão consumindo saúde”, avalia a coordenadora do Provarroz, Camila Pilownic.

Os displays também já estão sendo vistos em restaurantes nas cidades de Santa Maria e São Pedro do Sul, na Região Central e em Dom Pedrito, na Região da Campanha, onde os conselheiros do Irga estão participando da ação. Em Porto Alegre, o restaurante dos funcionários do Hospital São Lucas foi o primeiro a receber o material. Nos próximos meses, a parceria se dará com outros hospitais da Capital, Região Metropolitana e empresas de alimentação coletiva. “O Irga realiza um trabalho exemplar na divulgação do consumo do arroz. Iniciativas como esta são importantes para a Secretaria da Agricultura, pois valorizam uma de nossas principais produções no Estado, que é o arroz" ressalta o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo.

O Hospital da PUC foi o primeiro da Capital a receber o material

Esta foi a primeira ação de educação nutricional para os colaboradores do Hospital São Lucas neste formato. Em março, os colaboradores do curso de Nutrição serão capacitados pelo chefe de cozinha Hermes Rodrigues dos Santos e pela nutricionista do Irga, com palestras para o público interno e externo enfatizando os benefícios nutricionais do cereal. No restaurante do hospital da PUC são consumidos cerca de 60 quilos de arroz por mês, o que representa uma média de 120 gramas por pessoa/dia. O restaurante serve de 850 e 1000 almoços diariamente. “Parceria de sucesso! A campanha tem ênfase na educação nutricional no local de trabalho, focando, principalmente, nos benefícios do arroz”, destaca a supervisora de Nutrição do hospital, Karen Bittencourt.

E para quem anda vetando o arroz do prato fica o alerta: quem deixa de consumir carboidrato pode apresentar deficiência de nutrientes importantes na dieta, garantem os nutricionistas. “É um alimento com muitos benefícios, de rápido preparo, com muitas possibilidades de receitas, que vão da entrada ao prato principal e terminam na sobremesa. Atualmente, o consumo é diversificado, encontramos quem o consome raramente, ou não o consome, ou ainda, aqueles que consomem muito. Orientamos a quantidade e a variedade de acordo com a necessidade nutricional e as condições de aquisição do alimento para cada pessoa”, conta a supervisora.

 

Texto: Sara Kirchhof

Assessoria de Comunicação

assessoria-comunicacao@irga.rs.gov.br

(51) 3288-0432

Endereço da página:
Copiar
Instituto Rio Grandense do Arroz
Endereço: Avenida Missões, 342 - Bairro São Geraldo - CEP: 90230-100
Fone: (51) 3288.0400
Porto Alegre - RS
Horário de atendimento: 8h30min às 12 horas e das 13 horas às 17h30min